sexta-feira, 4 de março de 2016

ATO DO BEM: POLICIAIS FAZEM FESTA DE PRINCESA PARA CRIANÇA QUE PERDEU MÃE E IRMÃO


Na noite desta quinta-feira, o sonho de princesa se realizou para uma menina impactada por uma dura realidade. 

Policiais do 12° Batalhão da Polícia Militar, localizado na Várzea, no Recife, realizaram uma festa de aniversário digna de uma princesa para Emily, que perdeu a mãe em fevereiro deste ano e, em seguida, foi separada do irmão. 
Os sete anos de vida foram
festejados às 19h, no Buffet Cometa Kids, na Cidade Universitária, com direito a bolo, doces, salgados, decoração, animação, pula pula, piscina de bolinha, carrinho de pipoca e algodão, tudo com a colaboração de parceiros tocados pelo drama.
 No último dia 14 de fevereiro, domingo após o carnaval, ela e o irmão, de oito anos, chamaram a atenção dos policiais ao chegarem à sede do batlhão de mãos dadas e chorando, pedindo ajuda para socorrer a mãe, que estava em casa passando mal e que havia desmaiado. O mais velho, Wellington, contou à soldado Josélia que ouviu os gemidos da minha mãe e, ao olhar pelo buraco da janela, a viu se contorcendo e passando mal. Com a irmã caçula pelo braço, o menino fechou a porta da casa e foi à procura de socorro.


Como as viaturas estavam empenhadas em blocos carnavalescos e outras em ocorrências, um policial civil que estava de plantão se prontificou a seguir ao local ao lado dos soldados Josélia e Ellen, do sargento Genílson e das duas crianças. Chegando ao local, os policiais constataram que a mãe já havia falecido. Após a perda, as crianças ficaram com a madrinha. O pai da menina é desconhecido, a avó mora em São Paulo e Wellington pedia para não morar com o pai, em Fortaleza, para não separar-se da irmã.
No dia seguinte, a soldado Josélia foi à casa da madrinha das crianças e descobriu que era o aniversário de Wellington. Soube que os dois estavam matriculados na escola, mas que faltavam os materiais escolares. Os soldados Josélia e Oliveira compraram os materiais para as crianças, como presente de aniversário. No dia 17 de fevereiro, o pai de Wellington o levou para morar em Fortaleza, piorando o estado de Emily, que desde a morte da mãe vem tendo febre emocional de 40 graus.
Interessados em ajudar a Emily podem procurar o 12ºBPM que serão muito bem vindos, essa criança precisa de sua ajuda.


Deixe sua opinião:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou da matéria?
Deixe o seu Comentário, Crítica, Elogio ou Sugestão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...